segunda-feira, 21 de março de 2016

Semana da Gerontologia: Histórico da Gerontologia Brasileira

Para celebrar a Gerontologia, o aniversário da ABG e o dia do Gerontólogo reuniremos durante 5 dias os principais fatos históricos que marcaram o nascimento da Gerontologia.  

Histórico da Gerontologia Brasileira

A Gerontologia enquanto ciência foi criada no início do século XX para estudar os fenômenos biopsicossociais que acompanham o envelhecimento humano. Ao final da Segunda Guerra Mundial houve um avanço inegável das pesquisas e estudos sobre o envelhecimento. No Brasil a partir da década de 1960 é criada a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia, e o trabalho social com os idosos se consolida através do trabalho do SESC.

Para homenagear o trabalho de incansáveis gerontólogos destacamos entrevista realizada pelo SESC que faz um resgate histórico do trabalho social com idosos no Brasil.



Depoimento de Marcelo Salgado


"(...) Num mundo tão globalizado e de mudanças tão rápidas, devemos entender que o envelhecimento não pode continuar sendo representado como um tempo derradeiro da existência humana. Apesar das perdas, sobretudo no tocante a higidez física e a mudança de papéis, o envelhecimento é um tempo do ciclo de vida onde a presença da maturidade favorece uma postura social de mais liberdade e de competência para a auto determinação. Essas condições são extremamente favoráveis para a vivência de experiências socialmente produtivas, diferenciadas das atividades econômicas anteriormente exercidas. A aproximação do idoso a grupos e o seu engajamento em causas sociais e políticas, ou mesmo em projetos culturais, são condições significativas para o fortalecimento do sentido humano de utilidade, e para a conquista de uma visibilidade como ser socialmente produtivo, combatendo imagens preconceituosas de inutilidade da velhice"

Nenhum comentário:

Postar um comentário