quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Arteterapia e Depressão: Efeitos da Arteterapia como Terapia Complementar no Tratamento da Depressão em Idosos

Oficinas gratuitas.
Este é um convite para participação em oficinas de arteterapia para pessoas de ambos os sexos, com 60 anos ou mais com depressão em qualquer estágio, leve a depressão maior. A pessoa deve estar em tratamento com acompanhamento médico e tomando medicamentos para depressão.
Estas oficinas terão a duração de 1h:30min e acontecerão 1 vez por semana, de manhã ou à tarde  no Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas, durante 5 meses (20 sessões). (data e horário serão divulgados posteriormente)
Serão selecionadas 20 pessoas e por sorteio 10 irão participar das oficinas e 10 farão parte do grupo controle. As pessoas do grupo controle farão apenas avaliações no início e no final destas 20 sessões. Caso tenham interesse, ofereceremos as mesmas oficinas posteriormente.
A arteterapia utiliza recursos expressivos, ou seja, pintura, desenho, modelagem entre outras técnicas, para auxiliar na percepção de emoções e sentimentos, o que pode proporcionar melhora da tristeza, ansiedade, apatia, etc, além de aumentar a autoestima, a motivação e o autoconhecimento. Não é necessário o conhecimento de artes ou técnicas expressivas. A arteterapia tem demonstrado diminuir a depressão em idosos por permitir-lhes expressar seus sentimentos de tristeza e perdas. De acordo com vários autores, as terapias não farmacológicas são muito importantes para o aprendizado de novas formas de enfrentamento de problemas (Kiosses, 2011; McCaffrey et al, 2011).
Critérios de exclusão: dependência química (álcool ou drogas) e demências (Alzheimer, Parkinson, etc).

Arteterapeuta: Eliana Cecilia Ciasca elianaciasca.ipq@gmail.com / 3208-7256

Nenhum comentário:

Postar um comentário