quarta-feira, 13 de junho de 2012

Idosas e camisinha



SUS começa a distribuir Camisinhas Femininas

O Ministério da Saúde vai distribuir camisinhas femininas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em todos os Estados mais o Distrito Federal. Até o fim do ano, a meta é distribuir 20 milhões de unidades do preservativo, segundo informou o ministério no dia 05 de junho.
“A camisinha feminina permite que a mulher decida sobre o uso do preservativo, de modo que essa escolha não seja apenas do homem. É uma estratégia que faz parte da política brasileira de ampliar as opções de proteção às doenças sexualmente transmissíveis”, explicou o secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa.
A distribuição prioriza profissionais do sexo, mulheres que têm ou convivem com que tem doenças sexualmente transmissíveis, usuárias de drogas, mulheres que estão presas ou que tem parceiros no sistema prisional.

Idosas no cenário da Prevenção
Apesar deste importante passo no programa de prevenção de doenças sexualmente transmissíveis na população brasileira, ainda não percebemos muitas iniciativas voltadas para a população idosa feminina.  
Pessoas mais velhas geralmente são vistas como improdutivas e assexuadas. Estereótipo que vem sendo aos poucos derrubado, como demonstra uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde (2002) que revelou que 39% das pessoas acima de 60 anos são sexualmente ativas. 
Paralelo a isso, a cada ano cresce o número de soropositivos nesta faixa etária. Entre o período de 1993 a 2003 houve um aumento de 130% de casos confirmados de AIDS entre os homens com mais de 50 anos. Esse crescimento foi ainda mais alarmante entre as mulheres desta mesma faixa etária, representando 396%. No entanto, ainda hoje, não existem campanhas publicitárias específicas para esse público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário