quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

São Carlos incentiva a presença de gerontólogo na rede pública

A partir da solicitação do vereador Lineu Navarro e dos alunos da Gerontologia da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), o prefeito Oswaldo Barba criou o cargo de gerontólogo na estrutura administrativa da administração. A legislação também abre a possibilidade de contratação de estudantes da área como estagiários.


A iniciativa é decorrente de reuniões com estudantes e professores do curso da UFSCar, em razão do aumento da longevidade no país e, por outro lado, o baixo número de profissionais nesta área da saúde.
Segundo dados da Fundação SEADE (Sistema Estadual de Análise de Dados), o número de idosos no Estado de São Paulo chega a 4,3 milhões. Em 2020, serão 7,1 milhões.
Pela legislação aprovada, foram criadas 3 vagas a serem preenchidas através de concurso público e São Carlos passa a ser a segunda cidade do estado a possuir estes profissionais na administração.
“Termos gerontólogos como funcionários públicos é um grande avanço para a Prefeitura. Estes profissionais irão contribuir para as ações implementadas pelo poder público nas áreas de assistência social, saúde, esportes e lazer, cultura e para a Fundação Educacional São Carlos, que possui vários programas voltados aos idosos, como a própria Universidade Aberta da Terceira Idade”, afirmou o vereador.
Lineu também está enviando correspondência aos vereadores petistas do estado para que lutem junto às administrações de suas cidades pela criação do cargo de gerontólogo, pelo avanço que isto pode representar para uma melhor qualidade de vida para os idosos do Estado de São Paulo.
Por Redação LD (CF), com AI Vereador Lineu Navarro

Nenhum comentário:

Postar um comentário